Empréstimo para comprar casa? Como poupar para a entrada inicialNotícias ao Minuto

Está a pensar fazer um empréstimo para comprar casa? Como os bancos não financiam a aquisição a 100% é necessário ter de lado algum dinheiro para a entrada inicial – o que significa que é necessário constituir uma poupança.

A empresa especializada em finanças pessoais Doutor Finanças reuniu sete dicas de poupança que podem ajudar. Tome nota: 

Fale com o seu banco – “Antes de qualquer passo, deve falar com o seu banco. Em primeiro lugar, de modo a perceber que condições são necessárias para que possa ser elegível para um crédito habitação. E depois para que tenha uma noção do custo que pode ter: entre despesas de processo, impostos, e a entrada inicial que vai ter de bancar”; 
Faça um orçamento mensal – “Já sabendo, por alto, o valor que tem de alcançar na sua poupança para a entrada do crédito habitação, comece a organizar-se através de um orçamento mensal. Aponte, por exemplo, numa tabela, as suas despesas mensais fixas e variáveis. Coloque um valor máximo que pode gastar nas despesas que variam. Isto para que não ultrapasse esse teto e consiga estabelecer limites no que gasta”;

Analise despesas e veja onde pode cortar – “Analise, minuciosamente, as despesas que tem no orçamento mensal para que perceba se existe alguma onde pode cortar. Por exemplo, tem despesas fixas com prestações de subscrição de serviços? Pondere se, nesta fase em que pretende poupar, pode ficar sem esses serviços. Nas despesas variáveis, tente diminuir os valores que gasta. Não precisa de mudar o seu estilo de vida, mas existem sempre soluções para não gastar tanto”; 

Aposte na rentabilização do seu dinheiro – “Se já tiver algum dinheiro poupado, pode tentar rentabilizá-lo para conseguir gerar ainda mais poupança. Atualmente, existem algumas opções para rentabilizar o seu dinheiro, consideradas de baixo risco, com capital reduzido e taxas de remuneração”;

Rentabilize os seus hobbies – “De forma a poupar para a entrada do crédito habitação, também pode rentabilizar algum hobbie que tenha à parte da sua atividade profissional. Atualmente, consegue rentabilizar pequenos negócios através do mundo digital. Com as redes sociais, passou a ser mais fácil divulgar trabalho. Por isso, se tiver um hobbie como: fotografar, gravar, cozinhar, fazer bijuteria, escrever, desenhar ou artes manuais, porque não aposta em vender os seus serviços online?”;

Coloque o dinheiro junto de parte – “Para que não tenha a tentação de utilizar o dinheiro que está a poupar e ter uma maior noção de quanto está a conseguir juntar, tente colocá-lo de parte. Pode fazê-lo de várias formas: levantar o dinheiro e guardá-lo num mealheiro ou cofre, colocá-lo numa conta poupança ou conta secundária, ou online através, por exemplo, do Paypal”;

Procure a melhor proposta – “Quanto estiver perto de alcançar a poupança para a entrada do crédito habitação, comece a fazer uma pesquisa exaustiva do mercado para encontrar um bom negócio. E um bom negócio e rentável a longo prazo também passa pela contratação do crédito habitação. Por isso, é importante que analise várias propostas de diferentes instituições bancárias, para encontrar a melhor”.  

Leia Também: Quer escolher o melhor crédito habitação? Cinco pontos a ter em conta

Generated by Feedzy